Teledescontrolo

David Meireles

O vídeo foi realizado centrando-se em três temas principais: o conceito de teletransporte, o portal e a viagem no espaço.

Neste vídeo também houve uma busca de “ritmo desorientado”, de modo a criar um efeito de enjoo no espectador. A personagem tem na mão uma “máquina”, desde o início, e esta fá-lo entrar numa viagem através de portais inesperados e sem controlo algum. Através das transições criadas, o protagonista atravessa portais que o levam de plano em plano sem um contexto linear ou propositado. No fundo, o protagonista não controla a “máquina”, ela própria é que tem o poder de decisão, saltando de plano em plano, arrastando a personagem consigo.

O objetivo final é cansar o público, fazê-lo sentir desorientação e náuseas, que é precisamente o que acontece com a personagem do vídeo.

Em suma, o protagonista começa a olhar-se num espelho, sem saber muito bem o que se está a passar e, de seguida, entra num portal que o vai levar de lugar em lugar, observando cada meio em que se encontra, mas sem tempo de reflexão sobre cada um dos sítios. Este processo leva-o à exaustão psicológica, ao ponto de pousar a “máquina” e correr para longe daquela confusão sem olhar para trás.

Produzido por David Meireles

Detalhes

Data exibição:31 Outubro
Autor:David Meireles
Curador:FUSO INSULAR 2020
Ano:2020
Duração:4’28’’

Obras na mesma Sessão: